Como aumentar volume de vendas em 3 passos!

Como aumentar volume de vendas em 3 passos!

Você dá a devida importância que o seu estoque merece? Sabe dizer quando e porquê determinada mercadoria está armazenada?

Falta de informações como estas podem acarretar inúmeros problemas para um negócio. O estoque é capital investido. E qual investidor quer ver seu capital parado? Por isso, é fundamental que o varejista mantenha atualizado um controle de estoque de todas as suas mercadorias. O lojista que não conhece seu estoque está perdendo vendas e, consequentemente, dinheiro.

Não realizar o gerenciamento ou acompanhar as movimentações de entradas e saídas de forma eficiente pode gerar um desequilibro total na empresa, exemplificado nas seguintes situações:

– Nível baixo de reposição: Quando a reposição de produtos (equilíbrio entre vendas realizadas e compras de mercadorias) é baixa, pode ocorrer falta de produtos, gerando assim insatisfação entre os seus clientes e prejudicar as vendas.

– Alto volume de reposição: Repor o estoque muitas vezes durante o ano também merece atenção. Neste caso, a reposição pode não acompanhar a evolução de vendas, o que pode manter o local de armazenagem lotado, havendo assim perdas, capital de giro parado (investido nas mercadorias) e produtos sem saídas.

Os dois exemplos acima podem gerar prejuízo às vendas e consequentemente as finanças da empresa.

No entanto, além do controle, é importante também conhecer o giro de estoque dos produtos. Você já parou para pensar quantos produtos estão parados em seu estoque?

Ter mercadorias ‘encalhadas’ é algo que pode ocorrer em qualquer varejo. Entretanto, o que diferencia o negócio de sucesso do que registra prejuízos é a ação que o lojista desenvolve para lidar com a questão.

Se seu estoque não está girando ou se seus produtos possuem baixo giro, isso quer dizer que você possui muita mercadoria parada – e produto que não circula é dinheiro que não entra. Outro ponto importante é que se seus produtos ficam muito tempo em estoque, eles podem perder a validade, gerando um grande prejuízo para a sua loja e mesmo para a marca de seu negócio.

Outro custo relacionado é o armazenamento dessas mercadorias, quanto mais tempo elas ficarem em estoque, ocupando espaço, maiores poderão ser seus custos para sua manutenção e manuseio.

Ter um controle exato e atualizado de seu estoque fará com que os produtos mais vendidos não faltem, que não se desperdice dinheiro comprando itens que estão acumulados em quantidade no estoque da loja e que, em caso de ocorrer extravio ou avarias de mercadorias, o problema ser rapidamente identificado e solucionado.

Além disso, manter um controle de estoque permite que você negocie melhor com seus fornecedores. Identificando os produtos de maior giro, você poderá antecipar pedidos e conseguir melhores condições de compra junto a seus parceiros – e quem compra bem, consegue vender bem!

Simplificando, você precisará seguir os seguintes passos:

– Elaborar um inventário do que você já tem estocado.

– Realizar uma pesquisa de qual é o giro de suas mercadorias, a fim de identificar qual é o estoque mínimo de cada produto que você precisa ter em depósito.

– É fundamental que se registre toda a entrada e saída de produtos.

– Ter um controle de validade e das condições de armazenamento de suas mercadorias.

Dicas para aumentar o giro de estoque e consequentemente as vendas:

1. Ações Promocionais

Campanhas promocionais do tipo “pague 1 e leve 2” , isto é, dar um desconto por volume de compras) ou mesmo fazer kits promocionais com produtos relacionados (por exemplo escova e pasta de dentes) podem fazer seu estoque girar e gerar um bom incremento em suas vendas.

2. Time Comercial Afiado

É importante que seus vendedores tenham informações sobre como está o giro de estoque. Se há um produto que precisa ter um incremento de vendas, você poderá criar uma campanha de incentivo de vendas a fim de estimular sua equipe comercial a oferecer essas mercadorias aos clientes. O profissional que mais gerar vendas poderá ser recompensado.

3. Foco no Cliente

Entender o comportamento de compra de seu consumidor é fundamental. Há uma regra geral que diz que 20% dos produtos são responsáveis por 80% do faturamento. O varejista precisa saber identificar que mercadorias representam esses 20% para seu cliente e que não podem faltar em seu estoque.

Translate »